ARABESQUE

ARABESQUE
Em passos de arabesque escrevo

15.6.11




sol de inverno

porque esta chuva é feita de distância
porque este frio é na alma
e é no corpo onde dorme este calor

porque de lembranças é feito este sol
pálido e sem sentido sol de inverno
deslizando para o silêncio

sem fome de poesia
sem a vida que o quis reter
fechado, sem palavras, sem nada

©Jade Dantas


Imagem de Donald Verger

5 comentários:

  1. Obrigada. Fico feliz que tenha lhe agadado. Volte sempre.
    Abraço,
    Jade

    ResponderExcluir
  2. Jade,
    Via facebook aqui vim conhecer o teu blogue. Gostei muito da tua poesia e das imagens que a complementam, mostram que és uma pessoa cheia de interioridade e sensibilidade! Voltarei para te ler...as tuas palavras são simultaneamente frescas e calorosas!
    Eu não escrevo poesia no facebook, escrevo no Luso Poemas e num blogue de poesia, para o qual fui convidada: http://saboreamo-nos.blogspot.com/.
    Beijinhos,
    Marisa

    ResponderExcluir
  3. Jade, estou encantada! Seus poemas são maravilhosos, o blog está um sonho perfumado, lindo!!! Parabéns minha amiga, sucesso!!! Sonia

    ResponderExcluir