ARABESQUE

ARABESQUE
Em passos de arabesque escrevo

22.2.12

MIRAGENS





miragens


se o carinho que ficou se fez insônia
e tudo que se falou de amor foi dito

desertos de areia e de abismos
calarão a ternura ofuscante

em miragens dos gestos perdidos
nas arestas do tempo itinerante


©Jade Dantas

3 comentários:

  1. Li seus poemas e encontrei neles a sensibilidade feminina, o yin pulsando imenso nas entrelinhas do discurso. Continue este caminho, contribui para encantar o mundo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Maurício. Seu comentário é muito estimulante.
      Um abraço.

      Excluir
  2. CONVITE
    Tenho um página muito simplória na internet, aonde escrevinho alguns pensamentos, poemas, poesias ou mesmo textos diversificados. Não seria um blogue. Um blogue, é mais complexo, mais completo, mais colorido. Ainda assim, estou a lhe convidar a ir até lá, visitar-me, e se possivel seguirmos juntos por eles. Estarei lá, muito grato, esperando por Você.
    http://josemariacostaescreveu.blogspot.com

    ResponderExcluir